Monday, 15 de July de 2024
19°

Parcialmente nublado

Pindamonhangaba, SP

Anúncio
ECONOMIA MERCADO DE TRABALHO

Brasil alcança recorde de 100,7 milhões de pessoas ocupadas em 2023

Números do IBGE apontam que 37% das pessoas em atividade tinham carteira assinada

22/06/2024 às 11h28 Atualizada em 22/06/2024 às 20h25
Por: Redação
Compartilhe:
Crédito: Divulgação Gerdau
Crédito: Divulgação Gerdau

O total de brasileiros com algum tipo de ocupação em 2023 atingiu 100,7 milhões de pessoas, valor recorde para o período. Os números representam acréscimo de 1,1% em relação a 2022 (99,6 milhões de pessoas) e de 12,3% frente à população de 2012 (89,7 milhões).

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) - Características Adicionais do Mercado de Trabalho 2023, divulgada nesta sexta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em comparação a 2022, houve aumento de 0,9% no total da população em idade de trabalhar. De acordo com o IBGE, esse contingente foi estimado em 174,8 milhões de pessoas em 2023, ano em que o nível da ocupação ficou estimado em 57,6%.

O percentual de empregados com carteira assinada no setor privado teve expansão de 2012 (39,2%) a 2014 (40,2%). A partir de 2015, porém, essa categoria passou a registrar queda.

Em 2023, voltou a crescer, obtendo alcance de 37,4% da população ocupada - ante a 36,3%, em 2022. O número desses trabalhadores em 2023 (37,7 milhões) foi o maior da série.

Setor privado - O número de empregados sem carteira assinada no setor privado atingiu o percentual de 13,3% em 2023, queda de 0,3 ponto percentual em um ano. Contudo, apesar da queda, a estimativa continua sendo uma das maiores da série histórica.

Setor público e militar - No setor público não foram observadas grandes variações ao longo da série. Os empregados dessa categoria (inclusive servidor estatutário e militar) mantiveram sua participação em torno de 12% em 2023, equivalente a 12,2 milhões de trabalhadores.

Trabalhadores domésticos - Os trabalhadores domésticos seguiram em estabilidade, apresentando o mesmo percentual de 2022, isto é, 6% dos ocupados. Já entre os empregadores houve a interrupção do movimento expansivo, observado até 2018 (4,8%), passando para 4,6% em 2019, 4,4% em 2022 e 4,3% em 2023.

Sindicalizados - Outro dado relevante é que em 2023, das 100,7 milhões de pessoas ocupadas, 8,4% eram associadas a algum sindicato, apontando para a redução de trabalhadores sindicalizados em relação a 2022 (9,2% dos ocupados), fenômeno que está ocorrendo desde 2012.

Com CNPJ - Após crescimento significativo de 2019 para 2022 (6,3%), o contingente formado por empregadores e trabalhadores por conta própria ficou praticamente estável em 2023, sendo estimado em 29,9 milhões de pessoas. Desses, 9,9 milhões (33%) estavam em empreendimentos registrados no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), apontando queda em relação a 2022.

Com informações da Agência Brasil

 

Tag mercado de tabalho, carteira assinada, Diário Imparcial, Pindamonhangaba, São José dos Campos

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Pindamonhangaba, SP Atualizado às 16h51 - Fonte: ClimaTempo
19°
Parcialmente nublado

Mín. 13° Máx. 22°

Tue 26°C 14°C
Wed 27°C 13°C
Thu 28°C 13°C
Fri 27°C 13°C
Sat 28°C 12°C
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio