Sunday, 26 de May de 2024
16°

Chuva

Pindamonhangaba, SP

EMPRESAS & NEGÓCIOS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

General Motors demite trabalhadores por telegrama na fábrica do Vale do Paraíba

A montadora instalada em São José dos Campos emprega cerca de 3.200 trabalhadores e produz os modelos S10 e Trailblazer

03/05/2024 às 17h04 Atualizada em 04/05/2024 às 13h52
Por: Redação
Compartilhe:
Crédito: Arquivo da Redação
Crédito: Arquivo da Redação

Um grupo de trabalhadores da General Motors de São José dos Campos foi demitido por telegrama. A informação divulgada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Regiã e confirmada nesta sexta-feira (3) pela montadora instalada no Vale do Paraíba. O envio do comunicado teve início na quinta-feira (2) e foi dirigido a funcionários que estão em licença remunerada.

A montadora não informou o número de cortes, mas a entidade que representa a classe revelou que 50 funcionários foram desligados do quadro da empresa. O envio de telegramas acontece um dia antes do fim do período de estabilidade no emprego.

Os desligamentos estavam previstos no acordo assinado pela GM e aprovado em assembleia dos metalúrgicos, em novembro de 2023. O acordo foi aprovado após 17 dias de greve contra 1.244 demissões realizadas pela GM nas fábricas de São José dos Campos, São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes. Essa informação também foi passada pela GM à imprensa, por meio de nota. 

Posição do Sindicato - Segundo a presidência do Sindicato dos Metalúrgicos, 140 funcionários da cidade foram colocados em licença remunerada, com estabilidade no emprego até 3 de maio de 2024. Os cortes anunciados pela General Motors abrangem parte desses trabalhadores.

“O Sindicato é contra qualquer demissão. Como a maioria aderiu ao PDV aberto em dezembro, a GM já aplicou a reestruturação pretendida. Esses postos de trabalho que ela está fechando agora poderiam, sim, ser mantidos. As demissões vão na contramão do anúncio de novos investimentos feito recentemente pela montadora”, afirma o presidente do Sindicato, Weller Gonçalves.

O que diz a GM - O telegrama enviado pela montadora diz que “os desligamentos fazem parte do processo de adequação do quadro de empregados anunciado em outubro de 2023, e firmado em acordo coletivo. O tema foi amplamente discutido, inclusive com a oferta de um plano de demissão voluntária. A medida foi necessária e permitirá que a companhia mantenha a agilidade de suas operações, garantindo a sustentabilidade para o futuro.”

A GM de São José dos Campos emprega cerca de 3.200 trabalhadores e produz os modelos S10 e Trailblazer.

 

Tag demissões na GM, 50 trabalhadores, Diário Imparcial, São José dos Campos

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Pindamonhangaba, SP Atualizado às 12h05 - Fonte: ClimaTempo
16°
Chuva

Mín. 16° Máx. 17°

Mon 24°C 15°C
Tue 26°C 16°C
Wed 22°C 13°C
Thu 22°C 12°C
Fri 24°C 13°C
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio