Resenha de terça tem homicídio no Mombaça e outras ocorrências

Em Cruzeiro, carro de agência funerária derruba na rua um caixão com o morto dentro e segue até o velório sem que ninguém perceba

Resenha de terça tem homicídio no Mombaça e outras ocorrências

Jovem de 20 anos é morto a tiros perto da linha férrea em Pindamonhangaba

No bairro da Mombaça, em Pindamonhangaba, um jovem de 20 anos foi morto na tarde desta terça-feira (10). Populares ouviram os disparos por volta das 17h30 nas proximidades da Avenida Major Francisco Bueno Garcia Leme, nas imediações da linha férrea.

De acordo com a Polícia Civil, o rapaz recebeu pelo menos seis disparos de arma de fogo. Até o momento ninguém foi preso. 

 

Carro funerário derruba caixão em Cruzeiro

Em Cruzeiro, uma imagem de um fato ocorrido na segunda-feira (9) com um caixão caído na rua Carlos Varela foi um dos destaques. Dentro dele havia um corpo e o fato viralizou nesta terça-feira (10). A rua é uma ladeira na região central

Acontece que a urna estava sendo transportada por um carro de uma agência funerária, mas caiu sem que os agentes percebessem. Os homens da funerária deram pela falta do caixão quando chegaram ao velório. Uma cidadã percebeu e acionou a Polícia Militar que ficou aguardando os agentes para voltaram para recolher o caixão com a pessoa falecida.


Crime ambiental em Cunha

A Polícia Militar Ambiental foi hoje até o bairro Bexiga, município de Cunha, para fiscalizar um criador amador de pássaros. No local, os policiais prenderam um homem por manter aves em cativeiro sem autorização e por apresentar anilhas com sinais de adulteração, na tarde desta terça-feira (10).

De acordo com a polícia, a documentação e identificação dos animais apresentada pelo homem estava irregular, sendo que parte das aves não constava em seu plantel e outras apresentavam sinais de adulteração em suas anilhas. Ele vai responder por crime ambiental e falsificação de selo público. Pela Polícia Ambiental ele foi multado em R$18,5 mil.

As aves: trinca-ferro, canário-da-terra, coleirinho, pintassilgo, sabiá, tico-tico, pássaro-preto, cigarra-verdadeira e Iraúna-grande. Os animais foram destinadas ao órgão ambiental competente da região.