R$ 14 milhões: Aeroporto de Guaratinguetá passa para o controle da iniciativa privada

A previsão é que sejam criados dois voos diários regulares para Guarulhos

R$ 14 milhões: Aeroporto de Guaratinguetá passa para o controle da iniciativa privada
Crédito: Prefeitura de Guaratinguetá

Da Redação O aeroporto de Guaratinguetá será repassado para a iniciativa privada. Na quinta-feira (15), depois de muita expectativa da região, o complexo aeroportuário foi leiloado na Bolsa de Valores de São Paulo e faz parte de um lote dos 11 arrematados pelo Consórcio Voa NW e Voa SE.

O Aeroporto Edu Chaves, que é administrado atualmente pelo Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), passará para o controle do novo grupo que deu um lance de R$14,7 milhões. Segundo a Prefeitura de Guaratinguetá, o valor está 11,5% acima da cotação inicial.

“Essa é sem dúvidas uma das conquistas mais marcantes da história de Guaratinguetá, que vai trazer ainda mais desenvolvimento e fortalecer o nosso turismo.”, comemorou o prefeito da cidade, Marcus Soliva em suas páginas nas redes sociais.

A estimativa é que sejam viabilizadas linhas aéreas para a região, beneficiando não só o setor de turismo-religioso, mas atendendo boa parte da demanda empresarial do Vale do Paraíba. A previsão é que sejam criados dois voos diários regulares para Guarulhos, disse o vice-prefeito Régis Yasumura (PL).


O Aeroporto Edu Chaves terá, de início, a construção do terminal de passageiros, e em seguida, deverá receber investimentos na recuperação e  manutenção da pista de pouso e outros investimentos necessários.