Poucas & Boas: Saud vai à Europa e Junior Ortiz fica de boa em Taubaté

A resenha política da região e do Brasil, sempre com um toque de humor

"Quem ocupa o poder tem metade das pessoas contra si. Isto, se ele for justo."
Provérbio Árabe

Dia da Guarda Municipal
Hoje é dia dsses caras que prestam inestimáveis serviços ao município. São às vezes  achincalhados por alguns, mas os haters representam uma parcela irrelevante da população. Vamos começar a coluna saudando os amigos da GCM de Pindamonhangaba e também de todas as cidades, principalmente do Vale do Paraíba.
Comemorado em 10 de outubro, o Dia Nacional da Guarda Municipal foi instituído pela lei federal nº 12.066/2009. Como diz o Cabo Daciolo: Glória a Deux!

Largo do Quartel
Vale lembrar que em Pindamonhangaba e São Jose dos Campos, a Guarda Civil Metropolitana trabalha em apoio às polícias Civil e Militar e vem se destacando com ações que merecem todos os elogios. Falando nisso, nas redes sociais os internautas têm elogiado o trabalho da CGM de Pinda no controle eficiente para evitar confusões e brigas de jovens durante a madrugada na Praça da República (Largo do Quartel).
É aquele ditado: Falam das pingas que eu tomo, mas ninguém vê os tombos que eu levo.

PTB em guerra
O PTB decidiu expulsar Cristhiane Brasil (filha de Roberto Jefferson) e Oswaldo Eustáquio. O anúncio foi feito na quarta (6). Além da filha do presidente do partido e do blogueiro bolsonarista, a sigla também vai expulsar o pastor evangélico Fadi Faraj. Sobre os dois últimos, o PTB ainda prometeu denunciá-los por fake news contra a legenda. É assim que eu gosto: fogo no bordéu! hehehe

PTB em guerra II
A presidente interina do partido, Graciela Nienov (no comando do PTB desde que o bolsonarista foi preso, em 13 de agosto), acusa a filha de Jefferson de se intrometer nas negociações para filiar Jair Bolsonaro no PTB. Como todos sabem, Seu Jair (seu, meu não) não conseguiu dar sopro de vida ao partido que fundou - Aliança pelo Brasil - e há tempos está sem partido. A propósito, todas a legendas mantêm distância do presida, como o diabo corre da cruz.

Meteu um loko?
Na última semana, a multinacional Alston anunciou a ampliação de sua fábrica em Taubaté com a geração de 700 novos empregos. Mas, quem estava de boa no meio das autoridades presentes era Junior Ortiz (PSDB). Parecia que ele ainda era o prefeito de Taubaté. Não entendi inicialmente, depois fui saber que prefeito atual Antonio Saud (MDB) tinha viajado para Portugal e emendou o feriado do padroeiro da cidade com o dia da Padroeira do Brasil.

Pai da matéria
Sabe o que aconteceu com sua ausência, prefeito Saud? Claro que já sabe! Em linguagem futebolística, Junior Ortiz recebeu uma bola quicando na entrada da área e encheu o pé... O tucano (ainda) espremeu geral, cobrou a presença de Saud à frente do município e criticou o momento em que a cidade vem enfrentando uma nova onda de homicídios. Apareceu em todas as mídias, falou dos investimentos que buscou nos seus oito anos de governo e buscou trazer pra si a paternidade dessa ampliação da Alston! Piscou, já era, mano!

Vida noturna II
Mas, voltando a falar de vida noturna em Pindamonhangaba, o tema é complexo porque sempre envolve quem quer trabalhar e quem trabalhou e quer dormir. A gente já foi jovem, não perdia um final de semana, ficava pistola quando chovia na sexta-feira ou sábado à noite e não era possível cumprir com um compromisso ou uma noite dançante no Círculo Militar, ou Ferroviária, ou Associação de Taubaté, A.A. Caçapavense, Sabap de Guaratinguetá, Elvira de Jacareí... Mas, os tempos eram outros, havia mais empatia entre as ‘tribos’.

Cidade dormitório?
Pindamonhangaba já teve a maior efervescência noturna da região nos anos 80 e 90, com barzinhos completamente lotados e uma multidão constante ao longo da Rua Bicudo Leme e Praça do Cruzeiro. Isso acabou! A cidade cresceu no sentido Via Dutra e esvaziou o centro histórico.
Chego a dizer que os bairros de Moreira César e Araretama têm mais vida do que o centro de Pinda. É chato quando um visitante pergunta sobre restaurantes que funcionem à noite e a gente tem que dizer que tudo aqui fecha às 22h. Ou até antes.

Economia
Fica aqui uma dica para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Vida noturna é dinheiro circulando, é recolhimento de impostos, é recursos para fomentar obras. Nós estamos atrasados em pelo menos 20 anos sem a construção de uma avenida-polo, tipo Avenida Itália de Taubaté.
Um lugar com bom aparato de segurança, que possa concentrar barzinhos, fast-food, restaurantes e gerar emprego e renda sem atrapalhar o sossego público. Alô secretário Roderley Mioto! Conversa com o prefeito Isael e vai nessa vibe que não vai dar ruim!

Vai ou fica?
O Agronegócios já está metendo o pé do governo Bolsonaro? A um ano das eleições, o setor de agronegócio começa a mostrar divisões internas e a procurar alternativas ao presidente Jair Bolsonaro. Vista sob esse aspecto político, há certa descrença para a construção da imagem de um "novo Messias", alguém de boa capacidade de votos entre os candidatos de centro.

Mas, quem?
A chamada terceira via ainda tem tempo para se cristalizar, tendo em vista um grande número de eleitores que rejeitam Bolsonaro e Lula. O país esbarra na dificuldade de encontrar sangue novo, gente inteligente, carismática e enérgica. Por isso é que as novas gerações estão tresloucadas por aí, porque não têm referências patrióticas. 

Mais fake news!
Mas há outro grupo, formado por grandes empresários e influenciadores do setor que não acreditam no fortalecimento de um nome no Centro da questão política brasileira. Dessa forma, a ideia é de que, caso não surja um personagem forte e confiável para desafiar a polarização, o plano é que todos devam concentrar-se na reeleição do atual presidente, tudo para evitar a volta do PT.
Então segurem o Carluxo aí, que lá vem fake news! hehe

Dá pra acreditar?
O governador de São Paulo, João Doria, admitiu que pode abrir mão da candidatura à Presidência da República. Em entrevista à Veja na última segunda-feira, Dória diz que poderia ajudar na construção de uma terceira via, mesmo que seja o preferido nas prévias do PSDB.
Só acredito vendo!

Chapa MM
O governador paulista disse que aceitaria desistir em favor de uma chapa de Centro formada por Sergio Moro e Luiz Henrique Mandetta, ex-ministros do governo Bolsonaro. Os três se reuniram há cerca de 10 dias e Dória afirmou que a volta de Lula ou a reeleição de Bolsonaro seria mais um desastre para o país.

Para refletir
“Vá dormir e levante-se ao mesmo tempo que os pássaros, você colherá os grãos de ouro da vida.”

Fui!!!
Chega por hoje! Vou tomar um litrão trincando!
Contatos: ocimarbarbosa@diarioimparcial.com.br