Jovem de Pindamonhangaba é uma das vítimas da tromba d’água em Lavrinhas

Vítima tinha 22 anos e residia no distrito de Moreira César

Da Redação Equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil ainda trabalham na área onde uma forte chuva causou uma tromba d’água em Lavrinhas neste domingo (12), resultando em três mortes e uma pessoa ainda desaparecida.

A ocorrência teve início por volta das 12h na região conhecida por Cachoeira da Pedreira. A chuva que desabou na cabeceira do Rio do Braço causou aumento rápido do volume de água do rio e surpreendeu banhistas, arrastando várias pessoas.

Uma mulher de 65 anos foi resgatada ainda com vida mas morreu após dar entrada na Santa Casa de Cruzeiro. Os Bombeiros encontraram depois os corpos de outras duas mulheres, Kelisse Nascimento de Barros, de 29 anos e Luciene Rodrigues, de 22. 

Uma das vítimas residia em Pindamonhangaba. A jovem Luciene Rodrigues Ribeiro, de 22 anos, residia no distrito de Moreira César e estava no local com amigos de uma excursão, quando acabou sendo arrastada pela força das águas.

O corpo de Luciele Rodrigues está sendo velado na organização de luto Santo Expedito, com sepultamento previsto para as 16h.

As equipes do Corpo de Bombeiros encontraram nesta segunda-feira (13) o corpo da outra jovem que estava desaparecida. 

Patrícia Agostinho Rodrigues Gonçalves, de 21 anos, prima de Luciele é a quarta vítima confirmada da enxurrada provocada no Rio do Braço em Lavrinhas.Patrícia era estudante de psicologia e também residia em Pindamonhangaba.